Animais

Alimentação de arara verde, azul e vermelha

Pin
Send
Share
Send
Send


Araras são pássaros exóticos com plumages brilhantes e cores diferentesEles estão familiarizados com os papagaios, têm adaptabilidade com as pessoas, e é por isso que em muitos lares são protegidos como animais de estimação. Existe uma grande variedade de araras em todo o mundo; elas são facilmente encontradas nas florestas tropicais da América Central e do Sul, onde podem encontrar o clima perfeito que lhes proporciona a comida mais requintada e diversificada.

Muitos especialistas concordam que existem cerca de 17 espécies diferentes de araras, entre elas a arara vermelha, a arara azul, a arara menor, a arara-bobo da corte, a arara militar, a arara altera-se entre outras. É importante saber dieta ideal da arara Se você quer ter um como animal de estimação e, assim, fornecer todos os nutrientes que essas belas aves precisam para se desenvolver saudáveis.

Características das araras

Esses lindos pássaros, dependendo da variedade, podem medir até 90 centímetros e pesar aproximadamente quatro libras, para isso é necessário, entre outras coisas, ter uma dieta equilibrada. As araras têm um bico grosso e alongado que facilita a quebra de sementes e pernas muito fortes que ajudam a se prender aos galhos das árvores. No entanto, as pernas das araras têm outros usos muito especiais que são muito úteis quando você deseja examinar qualquer alimento; a docilidade deles permite que você tenha um bom controle deles.

Uma arara com uma boa dieta eu poderia viver até os sessenta anos, daí a importância de saber o que as araras comem. Esses tipos de pássaros têm uma grande inteligência que lhes permite interagir facilmente com outras especiarias, incluindo seres humanos. Suas cores vivas são dignas de admiração e não surpreende que muitos pintores tenham procurado nas araras o retrato perfeito de captura.

Eles estão relacionados em bandos que podem ter até trinta membrosEles gostam de abrir as asas e emitir sons peculiares que podem ser reconhecidos a uma longa distância, embora também existam espécies que possam simular a fala humana. Esses lindos pássaros conseguem voar longas distâncias em busca de água e comida, descansando à noite entre as árvores. Quando as araras estão incubando ovos, é a fêmea que é responsável por essa tarefa delicada, enquanto o homem é quem recebe o apoio alimentar Pela sua sobrevivência.

Em que as araras se alimentam?

Ao contrário de outros pássaros, é importante saber que o A alimentação das araras é muito diversae que, graças a isso, eles podem obter comida mais facilmente. Em geral, a grande maioria dessas espécies se alimenta de sementes e nozes. Graças ao formato da língua, que é escamosa e muito seca, é possível usá-la para dividir algumas sementes. A arara se alimenta de sementes como nozes, macadâmia, avelãs, entre outros.

Arara Controle de Peso

Antes de começar a alimentação da arara, devemos saber que será essencial verifique peso frequentemente do seu parceiro. A razão para fazê-lo, além de acompanhar o animal, é que sua dieta deve ser adaptada proporcionalmente ao seu peso corporal. Seguindo estas indicações, a arara precisará diariamente:

  • A arara deve comer 10% do seu peso em alimentos secos todos os dias
  • A arara deve comer 12% do seu peso em alimentos frescos todos os dias

Exemplo: se sua arara pesar 1.200 kg, você deverá fornecer 120 gramas de alimentos secos e 144 gramas de alimentos frescos.

Alimento seco

Existem vários tipos de alimentos secos que podemos oferecer à nossa bela arara para garantir que você tenha uma dieta variada e completa, entre eles, encontramos:

  • alimentação de alta qualidade
  • sementes
  • frutos secos
  • brotos de feijão
  • brotos de sementes

O qualidade ou alimentação de alta energia Eles são essenciais na alimentação da arara. Existem marcas respeitáveis ​​em lojas de animais, mas deve ser o seu veterinário que prescreve o mais conveniente para sua arara em particular. Depende da espécie, idade ou status de criação que é apropriado para uma marca ou outra. Será a base da sua dieta.

Encontramos produtos prontos de misturas de sementes que, na opinião do especialista, são bastante completos. No entanto, alguns têm muita gordura, como milho, aveia, milho ou sementes de girassol) por esse motivo, não devemos abusar do consumo e oferecer uma colher de sopa por dia, no máximo.

O frutos secos como nozes, avelãs, castanhas de caju e castanhas são ideais para a sua arara. Podemos oferecê-los regularmente por serem um tipo de alimento muito presente nas araras selvagens. O pássaro deve sempre ser alimentado com as nozes não torradas. O seu veterinário indicará a conveniência, ou não, de fornecer esses alimentos descascados, em cascata ou inteiros.

Para finalizar o alimento seco da arara, adicionaremos os brotos de leguminosas ou sementes, muito importantes para a contribuição de vitaminas e minerais. Entre eles destacamos as sementes de alfafa, grão de bico, lentilha, milho, aveia, arroz, gergelim e abóbora, entre outras. Leguminosas podem ser adquiridas germinadas, ou podemos germiná-las em casa. A soja, por exemplo, é fácil de germinar e também econômica se for comprada já germinada. Obviamente, se você decidir fabricá-las em casa, tome cuidado e evite o aparecimento de mofo.

Lembre-se de que, diariamente, nossa arara deve ingerir 10% do peso total de alimentos secos. Você também deve saber que é importante girar os alimentos para que eles encontrem motivação nos alimentos. É muito importante não misturar alimentos secos e úmidos no mesmo alimentador.

Alimento molhado da arara

Uma parte fundamental da dieta de uma arara é frutas e legumes, das quais você coletará muitas vitaminas. Os alimentos frescos ou úmidos que você pode fornecer à sua arara são muito variados, entre eles, encontramos:

  • cenoura
  • coco
  • banana
  • morangos
  • cerejas
  • uvas
  • maça
  • abobrinha
  • pimentão verde
  • pera
  • abacaxi
  • manga
  • pepino
  • mamão
  • pêssego
  • melão
  • melancia

Lembre-se de que esse tipo de alimento deve ser aproximadamente 12% do peso total do animal. Também é importante destacar que não é aconselhável fornecer citros, é melhor apostar em outras frutas e legumes. Lembre-se de variar as frutas e legumes que se adaptam à estação do ano em que você se encontra para impedir que seu papagaio tenha uma vida monótona.

A melhor maneira de fornecer frutas e legumes à sua arara é através de uma mistura desses alimentos picados. Cinco variedades diferentes de alimentos frescos devem ser combinadas todos os dias, mas cuidando para que três delas sejam energéticas o suficiente: banana, uva, coco, etc.

Ocasionalmente, podemos polvilhar os alimentos frescos da arara com óleo de palma vermelho ou óleo de dendê, uma fonte natural de vitamina A que se refletirá em uma plumagem saudável e brilhante. No entanto, não abuse da sua administração, 3 ou 4 vezes por semana será suficiente.

Guloseimas e prêmios

É muito importante que a nossa arara receber prêmios e guloseimas durante sua educação, quando ele se comporta bem ou quando tentamos fortalecer os laços. Esporadicamente, eles podem ser recompensados ​​com um pouco de pão, macarrão, arroz ou ovo, subtraindo esses caprichos da ingestão habitual. Você também pode obter doces em sua loja exótica habitual, variando de lanches para encontrar o que sua arara mais gosta.

Descubra a arara como animal de estimação em Expert Animal e descubra se é o seu animal de estimação ideal. Se, pelo contrário, você já tem um, não hesite em nos dizer e nos enviar uma foto sua juntos.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Alimentação de arara verde, azul e vermelha, recomendamos que você entre na seção Dietas equilibradas.

Como limpar uma arara

O higiene Araras saem da sua conta, ou seja, basta colocar uma tigela de água morna para molhar as penas. Muitos desses animais gostam de entrar na água, mas outros não se sentem seguros. Segundos devem ser pulverizados com água spray e eles se limparão. Em nenhum caso as asas devem ser esfregadas com uma toalha, pois a barreira natural formada por suas penas pode ser danificada.

Tipos de Araras

Existem muitos tipos de araras (ou araras) em todo o mundo, todos com características e características comuns, mas ao mesmo tempo eles têm diferenças notáveis ​​entre eles. Especialmente em termos de cor e tamanho.

Então você pode descobrir o espécies de araras mais bonito e incrível. Se você clicar nas imagens de araras ou em cada um de seus nomes, poderá acessar muitas informações e fotografias sobre elas:

Características da arara

Aqui vamos explicar o que é uma arara, é uma espécie de ave da mesma família que os papagaios, que faz parte da família Psittaciformes. Embora esta espécie seja nativa da América, pode ser encontrada principalmente no nordeste da Argentina e nas selvas do México.

Em relação a quanto uma arara mede e pesa, note-se que é a maior espécie de sua família, pois pode chegar a 90 centímetros, mas geralmente medem cerca de 75 centímetros (incluindo a cauda longa). E seu peso Pode atingir até 1,5 kg.

Se você quer entender como está uma arara, observe-se que eles estão escalando pássaros e que estão animados para realizar piruetas, e é por isso que tendem a se mover pela gaiola ou em casa. Também eles podem aprender a falar, embora não sejam tão bons imitadores quanto o papagaio comum.

Dele penas são brilhantes e muito coloridas, para que se adaptem perfeitamente às florestas tropicais da América Central e do Sul, principalmente para a cor verde, que é uma das mais típicas.

Tem um bico robusto e grande, com o qual eles podem quebrar facilmente as cascas de nozes. Ao contrário de outros animais, este pássaro tem um osso na língua, que é escamosa e seca e que a torna uma ferramenta de acerto muito boa.

Comportamento e caráter da arara

Ao contrário de outros tipos de papagaios, a arara é um animal muito dócil e com um comportamento muito social. Você pode estabelecer laços com essas aves com grande facilidade, se elas estiverem acostumadas a viver com seres humanos desde tenra idade.

Devido ao seu bom carater, a arara tem um Eu insisto gregariamente. Eles gostam de ter companhia na gaiola, embora não seja aconselhável viver na mesma gaiola com pássaros de tamanho menor.


É bastante barulhento e tem muita atividade, está animado para jogar e é um animal de estimação bastante exigente na hora de dar carinho. Normalmente, não é muito difícil treiná-los, porque esses pássaros podem se apegar muito facilmente aos seres humanos e Eles gostam de aprender alguns truques.

Você deve ter em mente que as araras podem ter diferentes personalidade um do outro, tudo depende da espécie que é. Por exemplo, as araras amarelas e azuis são amigáveis ​​e bastante afetuosas e empolgadas em jogar, no entanto, as araras verdes são muito amigáveis, mas são muito mais silenciosas.

Onde a arara vive

A arara e um pássaro exótico originalmente da América do Sul e vive em países como Peru, Venezuela, Brasil, México, Honduras e Bolívia.

Seu habitat natural é encontrado no selvas tropicais, perto dos rios e das savanas de clima úmido e seus ninhos os constroem nas árvores, eles podem estar a uma altura de até 1.500 metros acima do nível do mar.

Quanto tempo vive uma arara?

Enquanto à longevidade das araras, é importante que você saiba que eles podem viver muitos anos. Su a expectativa média de vida pode ser de até 80 anos, e até casos de alguns que morreram com cerca de 100 anos são conhecidos.

Como já dissemos, as araras podem viver muito tempo, mas isso não significa que você não precise prestar atenção e cuidar delas, porque existem algumas araras que morrem antes do aniversário de 20 anos, devido ao descuido humano ou porque fogem e não se acostumam à vida selvagem, porque moraram em uma casa.

Embora possa parecer o contrário primeiro, você deve estar ciente de que, se tiver uma arara, deve ter as mesmas obrigações e prestar-lhes os cuidados necessários, como se você tivesse um animal de estimação como um gato ou um cachorro.

Como as araras se reproduzem?

Em relação à reprodução da arara, é um espécies ovíparas (põe ovos). É também uma espécie monogâmico, ou seja, eles só têm o mesmo parceiro em toda a vida. Um espécime adulto atinge a maturidade sexual atingida aos 3 ou 4 anos de idade.

Para a construção de ninhos, aproveite as áreas ocas e os buracos das árvores para fazer isso. Normalmente, a uma altura muito alta e cercada por folhagem, você pode enganar seus predadores.

Uma vez que o acasalamentoas fêmeas coloque 2 a 4 ovos redondo e branco e incuba aproximadamente 25 dias, embora às vezes o macho também os incube.

Quando os jovens eclodem, o macho os alimenta com frutas regurgitadas. Ou seja, previamente mastigado e parcialmente digerido. Araras jovens podem se tornar independentes quando atingem 1 ou 2 anos de vida.

Você pode ter uma arara como animal de estimação?

Claro, existem muitas pessoas que têm um arara em casa como animal de estimação. Este pássaro é o animal de estimação ideal, pois possui um caráter afetuoso e, da mesma forma, possui uma ótima facilidade de adaptação a qualquer ambiente.

Além de tudo isso, ele sabe como conviver com outros tipos de pássaros e animais de estimação, também, é claro, com colegas da mesma espécie. Pode ser deixado em casa e fazer parte da família.

Eles são ótimos imitadores e podem lembre-se sem dificuldade palavras e também frases inteiras. Na vida cotidiana, eles são muito engraçados e podem imitar sons e até cantar algumas melodias.

Onde comprar uma arara

Você está procurando um bom animal de estimação? Se o que você quer é um pássaro, talvez deva pensar na possibilidade de ter uma arara, pois é uma das espécies que a maioria dos amantes de pássaros ama e aprecia.

Se você está pensando em adquirir uma arara como animal de estimação, é normal que você contemple opções diferentes. Você pode comprar em uma loja de pássarosem um incubatório ou você pode comprá-lo para um privado.

Logicamente, a melhor opção é comprá-lo em um incubatório, porque os criadores podem dar uma garantia de saúde e eles conhecem o pombo e como foi levantado que nenhum dos outros o tem.


Outra razão essencial pela qual você deve escolher um criador como vendedor da sua arara É porque os incubatórios têm muito pouca transferência de pintos. Sempre que uma arara entra em uma instalação, existe o risco de vírus e bactérias potencialmente perigosos entrarem nela.

Você deve ter muito cuidado ao comprá-lo online de uma pessoa particular. Existem muitos anúncios fraudulentos. Se você quiser comprar uma arara para alguém desconhecido, você deve desconfiar especialmente pechinchas, porque, como você sabe, o barato geralmente sai caro.

Caso você queira comprar araras para um indivíduo, preste atenção especial às documentação que eles lhe dão, pois, frequentemente, acabamos comprando pássaros ilegais.

Ter uma arara é legal?

É importante que você saiba que ter uma arara em sua casa é legal, mas, sim, se você o adquiriu legalmente e respeitando a lei. No momento da compra, você deve pedir para receber o documentação de aves, para verificar se está tudo correto.

Um dos negócios ilegais mais importantes que podemos encontrar no mundo é o tráfico de espécies animais. Infelizmente, um bom número de pássaros exóticos que podemos encontrar em muitos lares vem de lugares onde eles viviam na natureza.

O acordos internacionais, opiniões e legislações que existem, desejam garantir a sobrevivência dessas espécies e tentar conservar a biodiversidade global.

Um grande número de espécies de papagaios sofrem capturas e perseguições indiscriminadas há muito tempo. Por esse motivo, a população mundial em estado selvagem diminuiu de maneira preocupante, e isso os faz encontrar beira do desaparecimento alarmante

Você só pode encontrar animais criados em cativeiro ou de importações legais em lojas especializadas e criadores especializados.

Infelizmente, ainda existem proprietários, clientes e criadores que, por causa de preços baratos, continuam a lidar com aves capturadas em seu habitat natural. Estes são capturados e movidos em condições deploráveis, muitas vezes, a milhares de quilômetros de distância.

Como distinguir a fêmea do macho?

A verdade é que a maioria dos Araras são monomórficas, Isto quer dizer que os dois sexos são iguais externamente. Existem algumas diferenças muito pequenas que fazem apenas as pessoas mais qualificadas diferenciarem um homem de uma mulher.

Se você quiser saber quem é o homem e quem é a mulher e ter total segurança, precisará procurar um especialista ou veterinário para realizar uma análise cromossômica ou de DNA, para ter certeza de quem é o homem e quem é o homem. fêmea

Mas calma, o animal não sofrerá nenhuma dor. Para realizar esse tipo de teste, basta uma caneta pequena para obter o código genético do animal.

Compre uma gaiola para araras

Para você ter uma idéia de como a gaiola de uma arara tem que ser grande, tem que ser duas vezes maior que o tamanho de suas asas estendidas, de um para outro. Não precisa ser redondo, porque isso produz muitos distúrbios nos pássaros, embora nas lojas possam parecer muito bonitos.

Você tem que pensar que a porta da gaiola tem que ser larga, para que você possa tirar seu animal de estimação da gaiola sem dificuldade ou colocar o braço nele, se quiser que ele esteja no seu braço.

É essencial que barras são verticais e que existe uma curta distância entre as barras e as barras, para que a arara não possa colocar a cabeça entre elas e engasgar.

Aconselhamos que alimentadores de aço inoxidável, uma vez que, se forem feitos com esse material, não estragam tão facilmente. É melhor que eles sejam colocados do lado de fora, porque se estiverem dentro, eles poderão fugir, quando são muito jovens, pela porta do bebedouro ou do alimentador.

Araras são pássaros muito limpos, e é por isso que você precisará remover os excrementos com muita frequência; portanto, deve ser fácil remover a bandeja da parte inferior da grade do piso. Também é aconselhável ser aço inoxidável ou um material que não estrague facilmente durante a limpeza.

Quando você encontrar o gaiola ideal, você precisa decidir o que deve estar dentro dele. O mais importante de todos são os cabides, uma vez que estarão empoleirados com eles a maior parte do tempo.

Recomendamos que sejam de galhos de árvores, pois assim podem lixar as unhas sem machucar as pernas, como é o caso de cabides de plástico. Naturalmente, você também precisará de alguns brinquedos, como escadas, aros ou brinquedos de borracha, com os quais pode se exercitar.

Mas de maneira alguma você precisa comprar um espelho para ele, nem ele deve sempre ter os mesmos brinquedos dentro da gaiola. Quando você estiver limpando a gaiola, é um bom momento para colocar um brinquedo novo, assim você terá uma nova maneira de se exercitar.

Onde a gaiola deve estar localizada?

A gaiola de uma arara deve ser muito maior do que a de um periquito ou papagaio, mas isso não significa que não precise ser localizado em um local adequado.

Por exemplo, você precisará colocá-lo na sala onde você e sua família passam mais tempo, como a sala de estar, para que o pássaro não se sinta sozinho o dia todo e também para mantê-lo sob controle.

É muito importante que, no local em que você a coloca, não haja correntes de ar, portanto, você deve evitar que esteja muito perto das janelas e, pelo menos, dois dos lados da gaiola devem estar presos à parede, Dessa forma, você saberá onde vamos abordá-lo.

Pense que a gaiola não precisa ser muito alta ou muito baixa. É importante que você coloque a gaiola na mesma altura que os olhos, porque se estiver muito baixo, esses animais se sentirão intimidados, e se for muito alto, eles se sentirão muito poderosos e será praticamente impossível que você consiga se relacionar com eles.

É uma boa ideia colocar a gaiola perto da TV? As araras não têm tantos problemas quanto os outros animais se a gaiola estiver localizada em frente à televisão, porque as ajudará a aprender palavras, embora não possam vê-la diretamente, pois os flashes da tela podem causar ataques epiléticos e até deixá-lo cego

Você pode tirá-lo da gaiola?

Recomendamos que não deixe a arara sair da gaiola até que você tenha mantido contato com ela. Provavelmente, quando você faz com que ele coma da sua mão, ele gosta de se apoiar no seu braço.

Mas quando você tirá-lo da gaiola, é importante que saiba que é muito provável que ele não preste atenção em você. O que ele fará é investigar tudo ao seu redor, para que ele possa conhecer o ambiente em que vive e se acostumar.

Quando você faz isso, tem que deixá-lo fazer o que ele quer, explorar toda a sala e quando ele se cansar, ele retornará à sua jaula.

Se você perceber que ele não quer voltar para a gaiola, não o agarre, aproxime-se dele com um pirulito ou doce para que, dessa forma, ele pose no seu braço. É nesse momento que você tem que dar a ele, e então você pode colocá-lo na gaiola novamente.

Você pode viver fora da gaiola?

Alguns proprietários pensam que o fato de a arara estar trancada em uma gaiola é cruel e, por esse motivo, eles voam pela casa desde pequenos. Aqui vamos explicar se isso é aconselhável para a arara.

Araras são pássaros muito inteligentes e, ao contrário do que acontece com os periquitos, eles não estão muito acostumados a voar em casa. A única coisa que eles realmente precisam é de um lugar para dormir, como um cabide, onde você pode colocar jornal no chão para que seus excrementos caiam sobre ele.

Você pode criar uma arara perfeitamente dessa maneira, no entanto, você deve pensar que, se fizer dessa maneira, terá muito cuidado para que todas as janelas estejam sempre fechadas, pois, caso contrário, ela poderia escapar. Também é mais fácil quando você deseja estabelecer um relacionamento com ele, embora isso não signifique que você não precise se esforçar para conquistar a amizade deles.

Como fazer minha arara confiar em mim

Araras são pássaros muito afetuosos e amigáveis, mas isso não significa que eles farão amizade com seu dono na chegada em casa. Você precisa saber que, assim como o resto dos animais, você tem que ganhar sua confiança.

É essencial que seja uma arara jovem ou uma jovem, porque é mais difícil estabelecer confiança em espécimes adultos, especialmente se ele viveu livre a vida toda. É muito importante que você não sobrecarregue o animal nem o force a estabelecer um relacionamento com você, a menos que seja ele quem o deseja.

Então o que você deve fazer? Primeiro, é importante que sua presença não o deixe nervoso. Para conseguir isso, você deve colocar a gaiola em um local onde ocorra a vida cotidiana da família, para que a arara se acostume a ver os membros da família.

É normal que a princípio ele se queixe, mas você verá que ele se acalmará com o tempo. Para começar a fazer contato com ele, é importante que você se aproxime da gaiola, mas se você perceber que ele começa a ficar nervoso, a melhor coisa a fazer é se afastar até que ele se acalme, para marcar o limite da distância com a qual você deve começar .


Você terá que se aproximar da gaiola pouco a pouco, até chegar a hora em que você não estará mais perto dela. Naquele momento, você deve começar a "fazer amizade" com algumas guloseimas, como o milheto no galho, também chamado de panizo, ou qualquer outro alimento que o excite.

Ele acha que pode não querer, é por isso que você terá que deixá-lo sozinho com o pirulito em sua gaiola. Esse processo é importante para você fazer diariamente, até que, no final, você queira comê-lo, se oferecer. Com o tempo, ele se aproximará, sem medo, de comê-lo.

Você finalmente fez isso? Nesse caso, chegou a hora de você colocar a mão na gaiola e tentar comê-la da sua mão. Desta vez também o processo terá que ser calmo e lento, assim você não ficará nervoso. É muito provável que você não o consiga imediatamente, portanto, você terá que fazer a mesma coisa diariamente até finalmente querer fazê-lo.

Como alimentar uma arara

Existem certos tipos de pássaros que podemos dizer que comem tudo e, embora é aconselhável que você dê a eles, eu acho, também existem outros alimentos que você pode fornecer para que eles tenham uma dieta completa e isso é muito bom para sua saúde.

Para começar, falaremos sobre o que é chamado alimentos secos. Estes têm que ser 10% do seu peso corporal por dia, tem que ser uma pequena variedade sementes mistas específicas para araras, de uma alimentação de alta energia e alguns frutos secos como o avelãs, castanha de caju, nozes e legumes germinados.

Além disso, eles também devem consumir o que é chamado comida molhada, que deve ser de 10 a 12% do peso da arara, como, por exemplo, um salada de frutas.

Essa Macedônia deve conter 5 produtos diferentes que contêm uma grande ingestão calórica, como uva, coco ou banana. Você também pode fornecer certos vegetais, como acelga, espinafre ou alface, sim, eles precisam ser muito esmagados.

Existem outros alimentos que você pode fornecer? A verdade é que sim, existem alguns alimentos que você pode dar de vez em quando, mesmo que eles não façam parte da sua dieta, como um pouco pão, macarrão ou arroz, e até um pouco de ovo cozido. Embora seja melhor não se acostumar, é melhor dar uma vez por semana como recompensa ou recompensa.

Muito importante, você nunca deve alimentar uma arara com abacate, pois essa fruta é muito tóxica para esse tipo de pássaro. Também não são recomendados alimentos com muito açúcar refinado, como bolos, doces ou doces industriais.

Como ensinar uma arara a falar

Foi fácil para você conseguir um bom relacionamento com sua arara? Nesse caso, você precisará saber que o fato de levá-lo a falar Será muito mais complicado. Existem algumas araras que aprendem palavras por conta própria depois de ouvi-las muitas vezes no ambiente em que sua gaiola está. Mas se você realmente quer aprender o que quer, será muito mais trabalhoso.

Primeiro de tudo, você tem que desenvolver um cronograma de prática, que não pode ser maior que 15 minutos, já que a arara ficará entediada em ouvir você dizer a mesma palavra tantas vezes.

Você deve fazer as sessões solo, sem distrações, apenas você e a arara, e é importante que você tenha desconectado qualquer tipo de dispositivo eletrônico para que não o interrompa durante o treinamento.


A arara tem que ser jovem, é depois de 4 meses quando começam a imitar sons. No entanto, você deve ter em mente que existem algumas espécies que aprendem a falar antes de outras. Há até quem nunca diga uma única palavra.

As palavras que você deseja ensinar devem ser fáceis e você terá que repeti-las várias vezes durante os 15 minutos de cada sessão. Logicamente, ele não começará a repetir a palavra imediatamente, mas poderá dizê-la em menos de uma semana.

Se for esse o caso, dê a ele um pirulito para recompensá-lo. Se você pronunciar novamente, faça outro tratamento, mas não na terceira vez, porque se você não se acostumar a ter que dar um prêmio a ele toda vez que ele repetir essa palavra.

Ensine uma arara a falar É um exercício que exige muito esforço e você deve ser muito constante. Para começar, você pode ensinar a ele palavras como "Olá" ou seu nome ou o de um membro da família quando ele o vir. Se você perceber que o pássaro é fácil de emitir sons, nesse caso, você pode ensiná-lo a pedir comida, por exemplo "Quero comida".

Se você perceber que não pode gastar 15 minutos em seu pássaro, há mais truques para ensiná-lo a falar. Um deles, o mais comum, é usar uma gravação para aprender a pronunciar uma palavra (essa gravação deve durar os 15 minutos que a sessão duraria). Atualmente, as gravações são usadas por computador ou telefone celular.

Como levantar minhas araras

Você acha que é complicado conseguir que as araras se reproduzam? A verdade é que não, eles podem ser deixados sozinhos e provavelmente terão jovens sozinhos.

Mas se o que você quer é intervir um pouco nesse processo, você precisa primeiro saber que essas aves não podem se reproduzir até atingirem a maturidade sexual, e isso não acontece até que cheguem aos quatro anos de idade.

Primeiro de tudo, você precisa ter um bom araras. Se são dois animais jovens que foram criados juntos, não há problema, pois são animais que imediatamente entram em contato um com o outro.

Você pode comprar o ninho ou você pode deixá-los fazer isso sozinhos, para isso, você precisará fornecer os materiais certos para construí-lo em sua gaiola.

Quando eles já se acasalaram, o mais comum é que a fêmea ponha dois ovos, no entanto, às vezes ela pode colocar até três. A incubação destes dura cerca de 30 dias.

Jovens nascem cegosPor esse motivo, dependerão completamente da mãe até atingirem 2-3 meses, que é o momento em que já deixam o ninho porque já têm penas. Después de esto, estarán con los padres otros seis meses, hasta que aprenden a valerse por sí mismos, cuando llega ese momento se les puede poner en otra jaula.

Los guacamayos papilleros son adultos cuando cumplen los 7 años y forman un vínculo con su pareja, este vínculo es para toda la vida, por lo tanto, es bastante complicado conseguir que un guacamayo macho se junte con otra hembra que no sea la primera que escogió como pareja.

¿Pero esto es imposible? No, pero como es un ave que está tan unida a su pareja, no es extraño que tenga una depresión si esta muere y quiera permanecer solo en la jaula.

Cómo limpiar la jaula de un guacamayo

Sí, estas aves son bastante limpias y como mínimo tendrás que limpiar la jaula a fondo un par de veces al mes. Ahora te vamos a explicar cómo se limpia la jaula de un guacamayo.

Primeramente, tienes que dejar salir a tu mascota. Si esta aún no está habituada a moverse por la habitación o a estar en contacto contigo, tendrás que llevarla a otra jaula, juntando las puertas para que pase ella misma o le puedes dar alguna golosina.

Si tu ave está acostumbrada a salir de la jaula, lo que puedes hacer es dejarla volar por tu hogar o que haga lo quiera mientas tú se la limpias.

Es importante que sepas que el mejor producto para limpiar la jaula de tu guacamayo es la lejía diluida en agua, utiliza para ello un paño de cocina, porque de este modo no quedarán pelusas en la rejilla.

Después, tienes que desinfectar y con una escobilla limpiar todos los rincones de la jaula. Cuando hayan transcurrido 15 minutos, enjuaga con abundante agua hasta que haya desaparecido el rastro de lejía y, para acabar, sécala con papel de cocina.

Puede ser que mientras estés limpiando la jaula, tu mascota se escape de ella y empiece a dar vueltas por la casa. Tienes que recordar que no le debes gritar ni tampoco obligarle a volver a la fuerza a su jaula. Procura tentarla con golosinas y cierra la puerta para que no se vaya a otra habitación. Ya verás que cuando tenga hambre, volverá a meterse por sí misma en la jaula.

Enfermedades de los guacamayos

Este tipo de aves tienen una gran longevidad, pueden vivir tanto como los humanos, aunque también pueden enfermar. Puedes saberlo, por su estado de ánimo, si tu guacamayo está enfermo, es decir, si es un ejemplar muy activo y feliz y un día lo ves desanimado es porque no se encuentra muy bien, o al revés, si es muy tranquilo y de repente está muy estresado es porque hay algo que le pone muy nervioso, como pueden ser los parásitos.

Aquí te explicamos qué enfermedades pueden padecer los guacamayos:

Enfermedad de Pacheco

Esta es una enfermedad extremadamente infecciosa y puede ser mortal para los guacamayos. Esta enfermedad la produce una diseminación del Herpesvirus y afecta a las aves de la familia de los loros.

Puede ser que cuando el ave esté infectada no presente síntomas, sin embargo, el animal muere a los pocos días de contraer esta enfermedad, ya que daña sus órganos. Si detectas que un animal padece esta infección, hay que separarlo de los demás.

Salmonelosis

Pérdida de peso, artritis, diarrea, etc., esta es una enfermedad que acostumbra a transmitirse por el contacto directo de dos ejemplares o por los excrementos de los mismos. Esta enfermedad se cura mediante antibióticos mezclados con el agua y con una buena limpieza de la jaula.

A esta dolencia se la conoce como la enfermedad de pico y plumas, es una enfermedad vírica que afecta a todas las especies de la familia de los loros. La produce un virus que ataca a las células de crecimiento del pico, las garra y las plumas y que causa malformaciones en las mismas. El animal deja de comer y puede tener diarrea.

Papilomatosis

Esta es una infección vírica que la produce el crecimiento de papilomas en el tracto digestivo del guacamayo. Si se halla en la boca, el ave jadeará, pero si se encuentra en la cloaca, sus deposiciones tendrán un olor anormal y contendrán sangre. Asimismo, el ave puede tener gases.

Esta enfermedad no es tan grave como las que hemos relatado anteriormente, aunque también puede ser mortal, porque se transmite a través de unos bichos que chupan la sangre, que se adhieren al animal y la atacan.

Puede transmitirse de un ave a otra. Los animales enfermos tienen fiebre, se encuentran decaídos, tienen pústulas en las patas y en las comisuras del pico y en los párpados.

Psitacosis

Esta enfermedad la sufren los animales, pero es contagiosa para los humanos, se transmite mediante la inhalación del polvo del material fecal de las aves o por la manipulación de aves en los mataderos.

El ave que se halla afectada puede ser que tenga una apariencia desgreñada, que pierda el apetito, que tenga secreción ocular y también diarrea. Para poder curarla, tendrás que suministrarle antibióticos, ya que de lo contrario podría morir.

Arranque de plumas

Puede ser que alguna vez veas que de repente tu guacamayo se arranca las plumas o que en alguna parte de su cuerpo ya no tiene plumas. Esto se produce por alteraciones de piel, por parásitos externos, por frustración sexual al no poder aparearse o irritación de la piel por factores ambientales como el humo.

También puede ser que se las arranque porque tiene celos o porque está aburrido. Una manera de solucionarlo es dándole tranquilizantes, también le puedes poner un collarín o un spray que le dé mal sabor a las plumas.

Estas aves pueden lastimarse y romperse una pata o una ala. Si esto sucede, tienes que acudir al veterinario para que le cure. Esto es muy habitual en las aves que salen por primera vez a explorar la habitación, por lo tanto, hay que estar muy pendientes de ellas.

Hemorragias

Si ves que tu guacamayo se arranca plumas, puede ser que se pueda llegar a hacer un corte y que a raíz de este tuviera una hemorragia. Si te encuentras en un caso como este, tienes que hacer presión con los dedos sobre la herida, para taponar la herida, con una gasa y cuando haya dejado de sangrar la tienes que desinfectar con yodo o clorhexidina.

Oclusión del huevo

Esto no suele suceder, aunque no es imposible. Esto les ocurre especialmente a las hembras adultas o las que no han tenido una alimentación adecuada. Si esto sucede, tienes que poner un poco de calor en la cloaca, por ejemplo utilizando vapor, o un poco de aceite para que los huevos puedan salir con facilidad.

Amenazas de la guacamaya

Desgraciadamente, la distribución de la guacamaya ha disminuido mucho por la amenaza continuada de la destrucción de su hábitat, de su captura ilegal, la depredación de los nidos por parte del hombre y otros animales, entre otros motivos.

Sin embargo, existen numerosas reservas para protegerlos y programas ambientales para favorecer su supervivencia. Actualmente, la guacamaya se encuentra en la categoría “Preocupación Menor” de la Lista Roja de la Unión Internacional para la Conservación de la Naturaleza.

¿Quieres saber más sobre aves exóticas?

Em Curio Sfera .com esperamos que te haya gustado este post titulado Guacamayos. Si deseas ver más artículos educativos parecidos o descubrir más curiosidades y respuestas sobre el mundo animal, puedes entrar en la categoría mascotas o la de animales.

Si lo prefieres pregunta tus dudas al buscador de nuestra web. Si te ha sido útil, por favor, dale un “me gusta” o compártelo con tus familiares o amistades y en las redes sociales. 🙂

Pin
Send
Share
Send
Send