Animais

Meu gato está deprimido, o que há de errado?

Pin
Send
Share
Send
Send


Os felinos são muito suscetíveis a mudanças no ambiente, e essa é uma das principais causas que podem causar seu caráter. Uma mudança, uma mudança de família ou passar muito tempo sozinho, pode causar desorientação e tristeza ao seu gato.

Gatos, ao contrário do que pensam, são animais sociais e emocionais, que precisam entrar em contato com você e desenvolver suas rotinas habituais. Às vezes, a chegada de um bebê, a presença de um novo animal de estimação em sua casa ou a perda de um ente querido são razões suficientes para que seu gato se sinta deslocado e adota comportamentos que o manifestam.

Existem mais dois fatores que podem explicar essas atitudes. O primeiro fator está associado ao fato de seu gato ter passado por um episódio traumático que pode ter alterado seu bem-estar, gerando estresse ou ansiedade. O segundo pode ser devido à presença de uma doença que ainda não se manifestou por outros sintomas. Em ambos os casos, é importante que você vá ao veterinário para determinar as causas e oferecer as soluções mais convenientes.

No caso de o veterinário descartar uma patologia e se inclinar por razões psicológicas, recomendamos que você siga as seguintes diretrizes para tentar aliviar a situação do seu gato triste:

- Gatos, como cães ou outros animais de estimação, precisam de carinho, dedicação e carinho. Carícias e jogos ajudam a promover a sua interação e a gerar um vínculo saudável e feliz.

- Se, em determinadas circunstâncias, você não puder gastar o tempo que desejar, forneça distrações que incentivem sua curiosidade. Às vezes, uma simples caixa de papelão ou um brinquedo específico para gatos pode ser um desafio atraente o suficiente para que seu gato passe horas divertidas.

- Estimule-o através de atividades que você gosta, como brincar em um local ensolarado, cochilar no seu canto favorito e até escová-lo suavemente para que você se sinta mais limpo e confortável.

- Acima de tudo, evite gritar ou incrédulo. Seu tom de voz e a maneira como você o aborda devem ser cordiais e afetuosos, para que seu gato perceba que você está perto dele e deseja ajudá-lo.

Se, apesar dessas dicas, seu gato não evoluir favoravelmente, procure um veterinário especializado em comportamento animal (etólogo) para que ele possa estudar seus comportamentos e tratá-los adequadamente. A experiência deles, juntamente com as informações fornecidas, ajudarão você a recuperar o comportamento habitual do animal.

Por que meu gato está deprimido? (Foto via: notigatos)

A coisa mais importante para curar a depressão do seu gato é entender por que isso aconteceu. É necessário identificar a raiz do problema, talvez um evento ou fator externo significativo para o seu gato tenha desencadeado essa situação. As causas mais comuns de depressão em gatos são:

  • Mudança de residência ou família: Animais de estimação também percebem as mudanças! E de fato Eles podem se tornar muito afetados por eles. Embora acreditemos que os gatos são seres muito independentes, eles estabelecem grandes laços com sua família e seu ambiente e Eles podem se machucar se mudarem de casa.
  • Solidão. Embora Eles não são tão sociáveis ​​quanto os cães, isso não significa que os gatos gostam de ficar sozinhos. Se eles passam muito tempo sem companhia, é muito normal que acabem deprimidos.
  • Maus relacionamentos em casa. Seu gato se dá muito mal com algum de vocês? Essa inimizade constante Causa estresse e pode fazer com que o gato acabe se isolando.
  • Ciúme. Se você teve um bebê ou adotou recentemente um animal de estimação adicional, sua buceta pode ter visto que a atenção a ele diminui, ou que um estranho invada seu território. O ciúme também afeta severamente o humor.
  • Doença. Quando um animal está doente, É comum estar abatido, sem querer nada, muito apático ... O mesmo acontece conosco, não é?
  • Estresse e ansiedade. Se você não tem cuidados, vive em um ambiente tenso, fica muito doente ... Esta situação produz muita ansiedade em seu gato. Sempre tente dar os melhores cuidados e condições de vida para que seu bem-estar psicológico também seja ideal.
  • Trauma: Se o seu gato passou por uma experiência traumática, Esse choque também pode resultar em depressão. A melhor coisa nesses casos é ir a um etólogo.

Essas são as causas mais comuns pelas quais os gatos geralmente ficam deprimidos. Identificar qual é o seu caso é o primeiro passo para encontrar uma solução para o problema, pois atua de maneira diferente em todos eles.

Como saber se meu gato está deprimido

É verdade que, por si só, Gatos são geralmente animais calmos. Às vezes, isso dificulta a detecção dos sintomas da depressão, mas é claro que ninguém conhece seu gato melhor que você! E há sinais óbvios de depressão, como:

  • Apatia
  • Muitas horas de sono
  • Falta de receptividade aos mimos
  • Inatividade
  • Torna-se assustador
  • Mudanças repentinas de caráter
  • Isolamento
  • Falta de apetite
  • Ele não tem vontade de brincar ou socializar

Você detectou algum ou mais desses sintomas em seu gato? Como você vê, eles são sintomas muito gerais relacionados ao comportamento e humor, para que não se apliquem apenas à depressão. Se o seu gato se sente assim, também é possível que você tenha algum outro tipo de doença, ou uma doença física. Portanto, se seu gato estiver nesse estado, A primeira coisa que você deve fazer é ir ao veterinário para detectar qualquer outro tipo de doença física.

Tratamento de depressão em gatos

Foi confirmado que meu gato tem depressão, o que devo fazer? Para ajudá-lo a recuperar sua saúde mental, você pode fazer o seguinte:

  • Fale com ele gentilmente. Ele não vai entender o que você diz, mas sua voz fará você se sentir cuidado, amado e seguro. Evite repreendê-lo e dar-lhe muito amor.
  • Passe algum tempo com seu gato e ofereça-lhe mimos físicos, como acariciar e massagear. Sentir o contato o confortará muito. Você tem que evitar se sentir sozinho!
  • Passe pelo menos meia hora todos os dias brincando com seu gato. Pegue um brinquedo e divirta-se encoraje sua atividade física e estimulação mental.
  • Como é inevitável que em certos momentos você esteja sozinho, tente encontrar entretenimento para esses momentos: um brinquedo, jogos de inteligência ...
  • Faça com que ele se sinta útil: Se o seu gato lhe trouxer um animal que caçou, parabenize-o e dê-lhe um prêmio! Sabemos que para você será algo desagradável, mas ele não entende dessa maneira, mas como presente, ele oferece a você.
  • Tente fazer seu gato sair mais e ter contato com a natureza e o sol, Isso eleva muito o seu espírito!
  • Se algum membro da família (humano ou animal) faleceu, Você pode ajudá-lo a lidar com sua dor adotando um novo animal de estimação. Ter um novo amigo combina com você!
  • Ofereça-o como um prêmio de catnip. Gatos adoram!

A quantidade de coisas que você pode fazer para que seu animal se sinta melhor é enorme. Damos-lhe ideias, mas você conhece bem o seu gato! Encontre o que você mais gosta, tudo o que faz você se sentir bem é bem-vindo.

O que fazer se isso não funcionar

Meu gato está deprimido e esses cuidados não funcionam! Se você já tentou de tudo e ainda é o mesmo, seu gato pode estar sofrendo de um caso grave de depressão.. Nesse caso, você pode precisar de medicação, mas isso só pode ser decidido por um veterinário, portanto Não hesite em ir a um o mais rápido possível.

Os antidepressivos geralmente são eficazes, mas são uma faca de dois gumes., esses medicamentos têm muitos efeitos colaterais, além de causar dependência. Por isso você nunca deve entregá-los por conta própria, siga sempre as instruções do veterinário e deixe-me segui-lo corretamente. Não abuse deste tipo de medicamento!

É importante que, Se o seu gato estiver deprimido, reaja logo para começar a resolvê-lo o mais rápido possível. Quanto mais arraigados esses sentimentos e comportamentos, mais difícil será se livrar deles. Desejamos ao seu gato o melhor!

Por que um gato pode ficar triste? - Causas de depressão em felinos

Existem muitas causas que podem causar tristeza ou depressão em nosso animal de estimação, mas para detectar a causa exata, precisamos revisar alguns fator significativo isso poderia ter desencadeado esse problema emocional. Abaixo, explicamos as causas mais comuns de depressão em gatos:

  • Mudança de residência ou família: Algumas pessoas dizem que os gatos são animais independentes e solitários, mas esse certamente não é o caso. Os gatos são animais sociáveis ​​e se sentem muito afetados quando uma mudança de moradia acontece ou se afasta de seus entes queridos.
  • A solidãoEmbora seu caráter não seja comparável ao dos cães, os gatos sofrem quando passam longos períodos sozinhos. Nesses casos, é ideal oferecer brinquedos de inteligência e até pensar em adotar um parceiro. Carinho e sinais de carinho são importantes para o gato.
  • Mau relacionamento com outro membro da família: Uma inimizade prolongada ou recente pode fazer com que nosso gato seja desconfiado, isolado e não queira passar tempo conosco.
  • A chegada do bebê: A chegada do bebê é motivo de felicidade, mas nem sempre é para todos. Se você negligenciou a atenção do seu gato ou não o preparou adequadamente para a chegada dele, pode acontecer que ele se sinta triste e deslocado.
  • Adoção de um cão ou gato: A "competição" por comida, o melhor lugar no sofá ou o seu toque pode causar séria tristeza e depressão em seu gato. Antes da chegada de um novo membro, é muito importante continuar prestando atenção ao nosso felino
  • Doença: Como mencionamos no início deste artigo, uma doença pode mudar radicalmente o caráter do nosso gato, fazendo com que ele se sinta apático, sem querer comer e triste. Ir ao veterinário é essencial sempre que detectarmos alguma anomalia.
  • Estresse e ansiedade: As brigas, as punições, os maus tratamentos e até a falta de algumas das liberdades do bem-estar animal podem repelir em altos níveis de estresse e ansiedade. É muito importante oferecer ao nosso animal de estimação os melhores cuidados para que ele se sinta feliz por estar ao nosso lado.
  • Choque traumático: Uma agressão ou uma experiência terrível pode levar nosso gato a sofrer de depressão e tristeza. Nesses casos, o ideal é procurar o especialista para oferecer diretrizes personalizadas para o caso específico.

Cada uma dessas razões pode ou não afetar o animal de estimação e é que apenas se o conhecermos bem, podemos determinar quais fatores alteraram a segurança e a tranquilidade do gato. Essas causas se cair seriamente na psicologia Nosso animal de estimação pode ser a causa de relutância, apatia e até altos níveis de estresse, dependendo do caso.

Casos graves de depressão em gatos

Se você seguir o conselho mencionado acima por pelo menos uma semana e não notar uma melhora significativa no comportamento do seu gato, pesa vá a um especialista.

O veterinário pode recomendar o uso de medicamentos pois no mercado encontramos variantes de antidepressivos dedicados exclusivamente a animais. No entanto, esses tipos de drogas podem ter sérias conseqüências, criando animais viciados ou que requerem tratamento ao longo da vida. Terapias alternativas como a homeopatia também podem ajudar.

Sua escolha é escolher que tipo de tratamento seu animal de estimação receberá, mas sim, siga rigorosamente os conselhos do profissional para evitar que o problema se estenda ao longo do tempo. Não se esqueça que quanto mais arraigado o gato tiver o comportamento, mais difícil será tratá-lo.

Este artigo é meramente informativo, no ExpertAnimal.com não temos poder para prescrever tratamentos veterinários ou fazer qualquer tipo de diagnóstico. Convidamos você a levar seu animal de estimação ao veterinário, caso ele apresente algum tipo de condição ou desconforto.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Meu gato está deprimido - causas, sintomas e tratamentoRecomendamos que você entre na nossa seção sobre Problemas mentais.

Pin
Send
Share
Send
Send