Animais

5 raças de cão de guarda que manterão sua casa segura

Pin
Send
Share
Send
Send


No momento em que foi decidido adquirir um cachorro, uma das primeiras perguntas que aparecem é o sexo do cachorro. Francamente, a coisa mais simples é que você decide por si mesmo, por intuição, já que mesmo os especialistas não concordam.

Alguns dizem que o macho é melhor porque aprende mais rapidamente, tem mais resistência e não apresenta os inconvenientes da mulher com os períodos de calor e as consequentes perdas e os perigos de reprodução que eles acarretam. Diz-se também que a mulher é mais cedo e fiel que o homem.

Há também aqueles que preferem adquirir um cão jovem, e até cães já iniciados ou pré-treinados, e algumas pessoas preferem cães adultos, já treinados por um profissional.

De qualquer forma, lembre-se de que, antes de decidir adquirir um cão, é essencial levar em consideração o caráter do futuro proprietário e sua idade, a utilidade que ele deseja receber (companhia, caça, defesa, etc.) e as características do cão. animal, pois, embora com treinamento e treinamento adequados, quase todos os cães possam desempenhar todas as funções para as quais foram treinados, não se deve esquecer que certas raças de cães têm características naturais que favorecem o desenvolvimento de algumas atividades em detrimento de outras.

Sabendo qual é a melhor amostra, se será um bom animal para agilidade, algumas atitudes e características que podem facilitar a escolha podem ser levadas em consideração. Um dos primeiros elementos que devem ser avaliados é a genealogia do próprio cão. Ter pais com boas características tornará a ninhada o mais saudável e apropriada ao padrão possível.

No entanto, entre os membros de uma ninhada em si é muito difícil distinguir e menos ainda quando são filhotes, que serão os melhores espécimes. Um dos truques para poder escolher melhor entre os membros da mesma ninhada é observá-los cuidadosamente, falando com todos e cada um, vendo seu comportamento, batendo palmas para observar suas reações e, se possível, vendo-os comer.

Nesse momento, quem tem mais dificuldade de acessar alimentos pode ser descartado e, em princípio, não será uma má escolha permanecer com os mais acordados, o primeiro a chegar ao alimentador e o que mantém sua posição na frente do resto do grupo. irmãos

No entanto, isso depende do utilitário que desejamos oferecer a você. Uma vez que o filhote está em casa, ele começa sua educação e o ambiente para o local. O primeiro momento de chegada em casa é muito importante. Nada melhor do que comida para estabelecer uma hierarquia, o dono será o único que dará comida ao cachorro e também será quem escolherá o momento em que ele deve levar o animal para passear.

O cão entenderá que, embora todos os membros da família o desejem, seu dono e protetor é o chefe, um único chefe, a quem ele deve obediência e respeito máximos e a quem ele oferece sua fidelidade e amizade absolutas.

Um dos testes definitivos será colocar você com seu cachorro em um canto da sala, e alguém o chama do canto oposto. Quando o cão tentar ir, diremos Não com segurança e o manteremos até que ele entenda a ordem.

Como as primeiras vezes que o animal não está acostumado a essa ordem, ele deve ser mantido à mão, forçando-o a permanecer no lugar enquanto o membro da família continua a chamá-lo, enquanto o proprietário continua repetindo e tem "Não!" Várias vezes. Observando a pressão da mão no animal. Após várias tentativas, o cão vai acabar entendendo a ordem.

Depois que o teste for aprovado, será hora de passar para a segunda fase, quando, depois de várias (Não!), O dono do cão dirá "Agora!". E deixe o cão atender a ligação do parente, empurrando-o com o botão Se necessário, o exercício também deve ser repetido várias vezes para que fique fixo na memória do cão, demonstrando, além disso, que ele não pode agir como deseja, mas deve fazê-lo de acordo com as regras, a primeira das quais é a Obediência Não esqueça que a paciência é essencial em todo processo de aprendizado.

Índice de referência

A escolha do cachorro

O primeiro conselho para todos aqueles que desejam adquirir um cão é que é seu dever ler um ou vários bons manuais que falam sobre o cão em geral e principalmente sobre seu comportamento e psicologia. Em muitos deles, fala-se da opção de adquirir o cão em um incubatório, embora em nosso site gostaríamos de incentivá-lo a ir a um abrigo, antes de ir a um incubatório, pois eles não têm apenas cães adultos. Eles também têm filhotes que podemos ensinar desde tenra idade e iniciá-los no esporte canino da agilidade.

Outro conselho importante a ser seguido é ler melhor sobre as diferentes raças de cães, a fim de conhecer suas características particulares, pois conhecê-las saberá melhor se elas podem se adaptar à função que cada um deseja que seu futuro cão desempenhe, em nosso caso, para ser um verdadeiro atleta.

Não é menos importante saber que todos os cães, independentemente do seu tamanho e forma, são governados por regras que a natureza criou ao longo dos séculos e que, em alguns casos, como o de cães de raça, apenas Durante um século, eles começaram a ser selecionados para realizar um certo tipo de atividades. Portanto, deve-se lembrar que vários aspectos são influenciados pelo caráter de todo cão atual, a saber: - herança genética e histórica, bem como a especialização a que o animal foi submetido devido às ações adotadas pelo criadores,

Devemos dizer que não existe "melhor raça", mas a raça mais apropriada para uma determinada atividade, que também deve incluir uma análise completa de onde o cão viverá, em que ambiente, com quantas pessoas e quais personagens eles têm, o clima, as possibilidades de executar.

Pelo contrário, se um futuro dono já tiver decidido sobre a raça e desejar nada mais do que uma confirmação de suas qualidades pelo especialista, não importa o quanto ele tente mudar de idéia, pouco será alcançado. Mas voltando ao problema da escolha, tanto no caso de você ser avisado quanto no de decidir a raça que deseja, e mesmo que se atreva a escolher o espécime sem ajuda, é conveniente que você leve em consideração uma série de edições anteriores que todo futuro dono de cachorro deve considerar.

Obviamente, uma pessoa que mora na cidade não compra um cão de caça, nem uma pessoa que tem medo de roubar seja feita com um cachorro pequeno, mas podem surgir problemas se for um cachorro da empresa Por exemplo, quem quer manter a casa sempre limpa e arrumada deve esquecer os cães que perdem o cabelo praticamente ao longo do ano. Se você é amante de montanhas e esqui, não deve se tornar um cão que não suporta o frio e vice-versa: nunca tenha um animal de origem nórdica ou climas muito frios em um local onde no verão eles facilmente excedam 40 ° de temperatura .

Outro esforço que o proprietário deve fazer é o da imaginação. Os cães nem sempre são filhotes, e certas raças atingem grandes ou talvez médias, mas fortemente. É algo semelhante a pensar em como você fica em cinco, dez ou quinze anos. Se as imagens corresponderem à realidade do futuro provável, sua imaginação também o ajudará a escolher a raça mais apropriada.

Com tudo isso, queremos apenas advertir que a escolha do cão deve ser o resultado de uma meditação profunda, um ato de reflexão madura e estudada, pois um cão vive entre quinze e vinte anos e passa pelas três etapas: filhote, adulto e idoso. . Neste último, as dificuldades em manter a forma serão maiores, e então ele precisará de ainda mais carinho e amizade, algo que o cão nunca deixou de fornecer ao longo de sua vida.

Raças comuns

Mostramos de forma concisa e concisa algumas das corridas presentes na Espanha para ver suas principais características e que você pode ter uma idéia inicial sobre o que cada uma pode contribuir.

Malamute do Alasca

Este grande cão nórdico já está se tornando muito popular na Espanha. Ele tem certas habilidades como guardião, embora seja originalmente um cão de trenó. Não é um animal que demonstra excessivamente seus sentimentos, embora seja muito nobre. Por outro lado, é aconselhável confiar seu treinamento a um técnico especializado. Você precisa de um espaço para se exercitar, como um jardim.

Basset hound

Não é comum na Espanha, embora seja considerado um dos cães mais famosos do mundo, sua expressão triste e eterna é famosa. Embora seja um cão de caça, também é um excelente animal de companhia e, como não necessita de movimentos excessivos, é recomendado para idosos. Seu personagem é reservado e só deve ser monitorado para não engordar.

Beagle

Dizem que ele é o cão mais "bom" do mundo e, embora como cão de companhia deva ser levado em consideração que ele quase nunca se cala, também é preciso dizer que ele segue a trilha e o identifica latindo, como um bom cão de caça. É um cão muito agradável e doce, e também fiel, de boa capacidade de treinamento e se adapta a qualquer parte. Como precaução, você deve sempre estar ciente do seu peso.

Bobtail

É chamado assim porque, como o nome indica, geralmente nasce sem cauda. Ele é um cão peludo e amigável, um amante de crianças e também um bom cão de guarda e pastoreio. Seu caráter paciente e agradável contrasta, por sua teimosia, com sua baixa capacidade de treinamento. Por causa de sua maneira de ser, ele deveria morar no jardim e também cuidar de seu manto.

Boxer

Sua aparência se apaixona ou é detestada, mas se destaca por ser o mais equilibrado de todos os cães de defesa e muito amigável para as crianças, com quem é carinhoso e brincalhão. Seu temperamento é alegre e vivo, é fácil de treinar e pode funcionar perfeitamente em qualquer ambiente.

Ponteiro de cabelos curtos alemão

É um dos cães mais apreciados da Espanha para caça, pois se destaca nas montanhas, tanto na floresta quanto nos pântanos. É um cão versátil, hábil no show, na busca e até na guarda. É um animal de temperamento forte, de grande capacidade de treinamento, mas realizado apenas por profissionais e é preferível que viva no campo.

Buldogue

Alguns dizem que é o cão mais feio e amigável de todos. Devido ao seu tamanho pequeno e bom desenvolvimento, era inicialmente um cão de combate, mas hoje, e apesar de seu caráter firme e corajoso, é doce e muito equilibrado. Como um cão de guarda e um cão de companhia. Tem uma grande capacidade de treinamento, mas por especialistas, e se desenvolve em qualquer ambiente, sem requisitos específicos.

Poodle anão

É um dos cães companheiros mais inteligentes, sensíveis e alegres. Seu treinamento não apresenta problemas e, embora não sirva de defesa, soa o alarme como o mais importante. Também é excelente para pesquisar e recuperar objetos, dada a origem dos caçadores. Ele se adapta a qualquer meio e, como um único requisito, deve ser cortado periodicamente por um especialista, pois sua limpeza é complexa.

Chihuahua

Existem duas variantes, mas, apesar disso, ainda é o menor cão do mundo. Muito animada e até imprudente, pois é capaz de correr até o limite de suas forças, mesmo em espaços apertados. O novo parágrafo oferece uma boa capacidade de treinamento, você pode morar em qualquer lugar, exceto aqueles que são frios, que é um dos seus piores inimigos.

Chow-chow

Este cão é geralmente independente e orgulhoso. Ele se relaciona com seu dono e ignora muito mais pessoas. É aconselhável conhecê-lo completamente antes de decidir sua compra. Sua capacidade de treinamento é praticamente nula, porém ele pode servir como guardião, e ele precisa de um dono tão especial quanto o cachorro.

Cocker spaniel

Atualmente, ele também é considerado um cão de companhia. Em um apartamento, muitas vezes fica inquieto, preguiçoso e obeso, uma vez que não é feito para inatividade. Com um temperamento alegre e ardente, possui boa capacidade de treinamento, adapta-se a qualquer parte e é necessário observar que não ganha peso.

Dálmata

Este cão de caça antigo é um dos poucos animais de companhia que excede o tamanho usual. Alegre e festiva, sua capacidade de treinamento não é um dos seus pontos fortes. No entanto, adapta-se a qualquer lugar e não requer atenção especial.

Dobermans

Apesar de sua fama, absolutamente falso, ele é um cão sensível e afetuoso, com habilidades ótimas como cão de defesa e fácil de treinar sempre que o treinador tiver uma experiência mínima. Pode funcionar perfeitamente em qualquer ambiente, seu temperamento é sensível, mas não precisa de cuidados especiais.

Buldogue alemão

É um dos melhores cães de guarda de tamanho, não o torna adequado para qualquer tipo de pessoa e menos ainda para qualquer tipo de alojamento, pois precisa de espaço suficiente. Parágrafo de caráter calmo, seu treinamento é médio e, em particular, é necessário observar atentamente sua alimentação no estágio de crescimento e desenvolvimento.

Inglês springer spaniel

É um animal de raça muito antiga, que os espanhóis ingleses originais, e que se destaca por ser um excelente colecionador e levantador. Ele não é muito ágil correndo e pulando, ele é sempre alegre e sua capacidade de treinamento é muito alta. Adapta-se a qualquer ambiente que requer cuidados especiais.

Breton Epagneul

Este cão de amostra de origem francesa caracteriza a peça de maneira característica, não sei já planejando segui-la além da casa, como cão de companhia. Seu personagem é muito gentil, mostra uma boa capacidade de treinamento. Adapta-se a qualquer lugar e não requer atenção especial.

Fox terrier

Embora ainda seja usado para caça de toca, é cada vez mais imposto como animal de companhia, graças ao seu caráter, às vezes um tanto impetuoso. Sua convivência com outros animais não é fácil e ele ama as crianças se elas o respeitarem. Não é fácil treinar, mas pode se adaptar a qualquer ambiente e requer apenas um jornal cortado do manto.

Galgo espanhol

É um cão muito popular, do qual existem muitas cópias no ambiente rural do nosso país. Como um caçador de lebres em fuga, ele é único. Também é apropriado como cão de companhia, embora obviamente precise de espaço para correr. Seu caráter é sério e demonstra uma alta capacidade de treinamento. Ele não tem problemas de adaptação para morar em qualquer lugar.

Na Espanha, temos tido sérios problemas com o uso indevido desta raça há anos, pois alguns competidores de galgos acabam abandonando ou matando-os quando o animal não faz mais boas notas na competição. Felizmente, graças às redes sociais e à conscientização, muitos galgos são adotados agora para lhes proporcionar uma vida boa como merecem. Eles são ótimos corredores, por isso, se você gosta de correr, pode facilmente correr com você, manterá o ritmo com facilidade e passará grandes momentos juntos liberando essa energia praticando esportes. Se você é um novato em corrida, deixamos aqui um post interessante com o qual você aprenderá como começar a correr.

Gos d'tatura catalan

Distingue-se por ser um cão independente e inteligente de caráter, força e resistência. Muito adequado para pastagem, bem como cão de guarda e companheiro. Você pode viver em qualquer ambiente. Seu temperamento é forte, bem preparado para o treinamento e ele precisa se exercitar muito.

Galgo

É o chicote por excelência, um verdadeiro carro de corrida que atinge velocidades impressionantes. Portanto, sua figura não é a mais atraente, pois é alto e muito magro, sem gordura. Também é apropriado como animal de companhia, embora, neste caso, seu proprietário não se esqueça de oferecer a oportunidade e o local para ele desempenhar suas carreiras essenciais. Ele tem uma boa capacidade de aprender e, como característica especial, deve ser levado em consideração que teme o frio.

Husky siberiano

Um dos cães mais difundidos ultimamente em nosso país e, portanto, devemos ter um cuidado especial quando adquirido, pois, dada a abundância de demanda, os vendedores nem sempre são escrupulosos em suas vendas. É um cão absolutamente negado para guarda e defesa, uma vez que nunca late. Pelo contrário, seu temperamento é agradável, adapta-se a qualquer lugar e tem uma boa capacidade de treinamento, embora ele precise de um treinador bem treinado.

Galgo afegão

Graças ao seu manto longo e suntuoso, é o chicote mais colorido e atraente, como animal de companhia. Valgo, deve-se lembrar que, por ser um chicote, designa espaços amplos onde você pode correr. O parágrafo é um animal que não externaliza suas emoções, possui uma alta capacidade de treinamento e se adapta a qualquer lugar para morar junto.

Mastim espanhol

É um cão de guarda muito bom, além de pastar. De caráter nobre e afetuoso, ele se mantém firme contra estranhos e animais que vagam pelo rebanho.

Mastim dos Pirinéus

Este excelente cão de pastoreio, guarda e defesa, é carinhoso, manso e nobre, mas feroz diante de estranhos. Seu caráter é muito gentil, alegre e fiel, sua capacidade de treinar alto e é preferível que ele viva no campo.

Pastor alemão

É a raça mais comercializada na Espanha há algum tempo e uma das mais versáteis e populares, pois pode ser um companheiro e um cão de guarda, defesa, polícia, guia, resgate ... O ambiente em que se desenvolve melhor É o jardim. Seu temperamento é alegre e vivo. A capacidade de treinamento é muito alta e não requer requisitos específicos, em vez de controlar sua coluna vertebral à medida que envelhece.

Pastor Belga

Embora existam várias raças de pastor belga, a mais comum é a de longos cabelos negros chamados groenendael. Um excelente cão de guarda e defensor no caso de cães equilibrados. Ficando um pouco nervoso, é melhor que uma pessoa experiente faça treinamento. Ele tem um desempenho melhor no jardim do que no chão.

Brie Pastor

Não é bem conhecido na Espanha, mas sua difusão está aumentando devido à sua grande ostentação e caráter, vivos. É um cão com grande capacidade de treinamento e se desenvolve melhor em um local com jardim.

Pastor escocês

É um cão muito versátil, inteligente e colorido. Fácil de treinar como cão de guarda, defesa e pastoreio. Seu temperamento é alegre e vivaz. Funciona melhor em grandes espaços como jardins e seu manto requer cuidados especiais.

Spitz alemão pequeno

Seu tamanho minúsculo torna muito aconselhável para apartamentos pequenos, embora acusticamente bem isolado, pois late à menor oportunidade. Seu comportamento com a família é ideal, mas ele não aceita intrusos. Seu personagem é muito animado, com facilidade para treinamento e devemos nos preocupar apenas com os cuidados periódicos de seu manto.

Pequinês

De um modo geral, é um animal que ama apenas o dono e os membros da família. É ideal para morar em um apartamento pequeno e até para pessoas mais velhas, pois suas necessidades de movimentação são muito pequenas. Seu caráter não é amigável e sua capacidade de aprender não é sua força. No entanto, adapta-se a qualquer lugar e não requer atenção especial.

Perdinero de Burgos

Este cão de amostra é muito apreciado pelos caçadores, já que é rústico, aborda qualquer área de caça, pessoas e impecável em seu trabalho. Parágrafo de aparência doce, falado e calmo, o seu treinamento é alto e, embora seja preferível que você viva no campo, pode se adaptar à cidade. Você só precisa tomar cuidado para não engordar.

Podenco das Canárias

É uma raça muito resistente, mesmo a altas temperaturas. Seu caráter é independente, inquieto e teimoso, mas também muito fiel. Pode ser indicado para agilidade, pois é incansável. Um bom treinador pode torná-lo um excelente espécime que, por outro lado, se adapta a qualquer ambiente.

Cão de Ibizan

É usado para caçar o coelho sem uma espingarda, porque levanta facilmente dia e noite. Ele é um bom colecionador, principalmente quando age de matilha. Com um temperamento animado e bom treinamento, adapta-se a qualquer ambiente sem requisitos específicos.

Ponteiro

Este cão é extremamente elegante, tenaz na busca da peça e está imóvel na amostra. Além disso, você nunca perde uma carga. Seu caráter é doce e manso, pode ser, como um brinquedo, por isso é adequado apenas como cão de caça ou casa de campo. O parágrafo tem uma grande capacidade de treinamento e não precisa de cuidados especiais.

Labrador Retriever

É uma raça especial de colecionador de peças, mas também se destaca, por exemplo, como um guia para cegos. Seu personagem é alegre e muito doce.

Possui grande capacidade de treinamento e capacidade de adaptação a qualquer local. Além disso, não requer atenção especial.

Rottweiler

É considerado o melhor cão de defesa e sua inteligência é superior à da maioria dos cães; portanto, um iniciante não será capaz de lidar com isso facilmente. Bons espécimes são muito equilibrados, mas é perigoso comprar filhotes de origem desconhecida. Não requer atenção especial e se desenvolve perfeitamente em qualquer tipo de ambiente.

Cão espanhol

Muito doce, carinhoso e nobre, ele surpreende nos combates com grandes peças de jogo por sua bravura e bravura. É especialmente adequado para rastrear pequenos jogos, especialmente no caso de lebres, pois é muito animado, por isso requer muito espaço e é recomendável que você viva no campo e exercite seus músculos o quanto quiser.

Samoieda

Seus cabelos brancos e sua expressão alegre aumentaram bastante sua demanda. Como cão de companhia, é excelente, mas não para o guarda, pois apenas late e mostra sua vontade de brincar com todos. Originalmente era um cachorro de trenó. Muito amigável e pode ser treinado, embora seja melhor por treinadores experientes. Recomenda-se que você tenha um jardim e tome cuidado especial com o comando.

sao Bernardo

É o maior cão de todos os que existe, ideal para tarefas de resgate na neve, embora você possa viver em qualquer lugar, desde que tenha um bom terreno. Seu temperamento é muito agradável e doce. Mostra uma grande capacidade de treinamento e as demandas que apresenta são o espaço que deve ter e os cuidados especiais em sua alimentação.

Schnauzer gigante

Apesar de ser um cão de defesa temível para os adversários, seu comportamento familiar é muito correto, embora o treinamento dessa raça deva ser realizado por um especialista. É um animal certamente teimoso que pode compartilhar qualquer ambiente e, como um cuidado especial, você deve periodicamente cortar seu manto.

Setter inglês

Ele ainda tem um grande grupo de fãs em todo o mundo, pois além de ser um bom caçador, ele é um animal de grande beleza e adequado para a empresa, seu comportamento é muito doce e vivo, sua capacidade de treinamento é muito alta e se adapta a qualquer lugar.

Shih tzu

É um cão pequeno que está sendo introduzido cada vez mais em nosso país. Vigia antifurto, duradouro e excelente.

Temperamento alegre e vivo, e uma notável capacidade de treinamento e se adapta perfeitamente à vida em um apartamento. Apenas cuidados periódicos do manto.

Dachshund alemão

Como todos os dachshunds (dos quais existem até nove variedades), é um cão de caça de toca, daí a sua constituição particular.

Existem três variedades de cabelo e três tamanhos de dachshund alemão e agora é usado, a empresa pode se adaptar a qualquer ambiente e deve cuidar de todo o seu peso e costas, porque é propensa a sofrer de hérnias.

Terra Nova

É um cão especializado no resgate na água, local em que se desenvolve perfeitamente graças aos pés palmados, que permitem nadar com grande facilidade. É muito agradável para as crianças, é fácil de treinar e se sente mais confortável em lugares como o jardim. O único requisito é que você deve ter um lugar para nadar.

Terrier branco de montanhas ocidentais

É um cão tocante, menos impetuoso que outros terriers e mais adequado como cão de companhia. No entanto, ele precisa de muito movimento, é muito alegre e vivaz. Pode acomodar qualquer ambiente, embora sua capacidade de treinamento não seja seu ponto forte. Ele só precisa cuidar de sua capa.

Yorkshire terrier

Está entre os cães mais pequenos e com um manto mais longo, muito adequado para morar em um apartamento, embora não devam esquecer suas habilidades inatas para a caça. Não possui capacidade de treinamento excessiva. No entanto, seu único requisito é cuidar dos cabelos compridos.

Homem ou mulher?

Nesse caso, as possibilidades são reduzidas a apenas duas, mas continuam a representar um problema importante para todos aqueles que consideram comprar um cachorro. Às vezes, é solicitada uma cópia complementar de uma que já existe e as questões que surgem estão relacionadas à compatibilidade ou incompatibilidade de ter dois homens, duas mulheres ou mulheres e homens juntos. Outras vezes, são levantadas questões sobre limpeza, capacidade de ambos os sexos para armazenar a casa, caçar, defender seu dono, etc. Para orientá-lo sobre essas e outras questões, vale lembrar alguns pontos brevemente.

Quanto ao tamanho, os machos são maiores, impõem mais se o que se procura é um cão de guarda, mas a diferença de tamanho entre machos e fêmeas é insignificante se comparados os tamanhos entre as raças.

Em relação à limpeza, deve-se notar também que os cães que babam, por exemplo, poucas diferenças representam em relação ao sexo. Também neste caso, a principal diferença é encontrada ao comparar diferentes raças. Quanto ao manto, os machos geralmente têm mais pêlos e isso pode ser inconveniente, dependendo de quais circunstâncias durante o período da muda. De qualquer forma, em relação a este último, existem maiores diferenças entre as raças do que entre os dois sexos da mesma raça.

Com que idade adquirir o cachorro?

Em princípio, se o que você quer é treinar um cão sozinho, o que é absolutamente o seu trabalho, é melhor adquirir um filhote por dois ou três meses. Embora em alguns casos, em alguns casos, possa ser conveniente que eles sejam mais velhos. Por exemplo, se você não tiver muito tempo para treinar e quiser um cão de guarda, caçando ou com habilidades especiais, será melhor adquiri-lo por menos de um ano. Além disso, os cães de resgate ou laszarillos já devem ser adquiridos como adultos, como na maioria dos casos de cães de exibição ou de trabalho, ou quando o adulto de raça é um presente, se não for permitido comprar um filhote. Também é conveniente comprar um cão adulto no caso de pessoas idosas, pois não exigirá treinamento que já terá e não precisará realizar tanto exercício quanto um cão jovem.

Comprar, adotar: loja, incubatório, propaganda, proteção?

A questão econômica é uma questão separada, especialmente se se trata de adquirir um filho de campeões, com certificados de origem, livres de malformações (como displasia da anca, que algumas raças são propensas a sofrer) e bom caráter.

Um filhote de cachorro de um amigo ou um cavalheiro que fez um anúncio não pode oferecer segurança quanto ao caráter do animal, nem à possibilidade de displasia da anca ou às condições em que o animal foi criado, nem de tantos outros aspectos.

No entanto, como nem todos podem comprar o cão em um incubatório do país de origem da raça, nem mesmo em um incubatório credenciado do próprio país, às vezes eles recorrem a esse tipo de compra-venda.

Não há cães à venda ou pechinchas reais. Por pouco dinheiro, às vezes um adulto excelente pode ser adquirido porque certamente seu atual proprietário não pode cuidar dele, mas ele nunca conseguirá um filhote de alto nível a baixo custo, se oferecerem que ele está possivelmente doente ou com outro problema.

Também vale a pena saber que um criador (aquele que simplesmente cria cães, bons ou não) não é o mesmo que um canil, uma vez que este é reconhecido pela Sociedade Central Real para a Promoção de Raças Caninas da Espanha (RSCFRCE) e portanto, terá um pedigree (o sobrenome do cachorro) e também algumas garantias, embora às vezes ainda possam ser encontradas com surpresas.

Pelo menos metade dos cães em um incubatório participa ou participou de exposições, e isso é encontrado no livro de notas, que também deve ser solicitado.

Tanto o canil como os cães devem ser bem cuidados, limpos e saudáveis.

Os filhotes não devem ser vendidos por menos de dois meses e devem ter sido pelo menos vacinados duas vezes (parvoviroses e trivalentes), vacinas que devem ser anotadas em um cartão especial.

Conheça os recursos do rottweiler

Com um corpo compacto e encorpado, o rottweiler - imagem que encabeça este artigo - é uma raça territorial, porém afetuosa, que buscará abertamente o afeto de seu dono, independentemente do tamanho. Como qualquer cachorro de tamanho médio, uma boa treinamento inicial é vital, especialmente para canalize seu instinto protetor de uma maneira positiva.

A má reputação dos rottweilers tem muito a ver com a educação oferecida por seu dono. Não é incomum ver esses animais sendo carinhoso com crianças e mostrando grande paciência e ternura com seus parentes. Este cachorro requer estímulos mentais e sociais constantes para ajudá-lo a não se isolar e continuar melhorando seu temperamento.

A Akita leal e corajosa

Este animal ancestral de linhagem japonesa É uma das raças de cães de guarda mais reverenciado en su tierra natal. Tener a un akita en la familia es símbolo de longevidad, felicidad y buena salud.

Los akitas son unos animales musculosos que cuentan con un grueso pelaje. Embora no son muy altos , lo compensan con una potencia y densidad muscular envidiables para cualquier otro perro.

El akita es introvertido y vigilante con extraños. No suele tolerar muy bien la presencia de otros animales, aunque protegerá hasta el final a los miembros de su familia, con los que se mostrará cariñoso y protector. La esperanza de vida de este animal es de entre 10 y 13 años.

El pastor alemán, una de las razas de perro guardián más populares

Hay muchas razones por las que los expertos siguen apostando por una de las razas de perro guardián más populares. Su carácter leal y su seguridad en sí mismo, unido a su aguda inteligencia, hacen de él la mascota ideal para aquellos dueños que busquen un animal capaz de aprender rápido y ansioso de proteger a los suyos.

A la hora de adiestrar a un pastor alemán, se recomienda apostar por una socialización temprana y por ejercicios centrados en la obediencia y el autocontrol para asegurarnos de que entiende quién lleva la voz cantante. El American Kennel Club recomienda hacerle partícipe de las actividades familiares para intensificar su vínculo con su dueño.

El pastor caucásico lleva el concepto de perro guardián al siguiente nivel

Durante cientos de años los pastores caucásicos se utilizaron para ahuyentar tanto a depredadores como a extraños y proteger así al ganado. Su tamaño le permite ser un adversario real de lobos y coyotes, sobre todo si hablamos de la variedad de perro caucásico montañés, que cuenta con un cuerpo más grande y fuerte.

O graninteligencia y el carácter independiente de esta raza de perro guardián hacen que sea complicado su adiestramiento. Se recomienda recurrir a un adiestrador profesional para que asesore a los dueños primerizos. Además, se debe tener en cuenta que esta raza es muy protectora y desconfía de extraños, por lo que pueden reaccionar mal con las visitas.

¿Cómo entreno a mi perro para guardia y protección?

El entrenamiento de un perro de guardia y protección debe ser realizado por un profesional, ya que es conveniente seguir unas pautas muy determinadas. Lo primero será comprobar si el individuo en cuestión dispone de las características necesarias para ser entrenado en este sentido. Si es un buen candidato, comenzará un tratamiento por fases.

El entrenador trabajará para potenciar los instintos de presa, caza y juego, con el fin de estimular al perro y hacerle ganar autoconfianza, además de desarrollar sus habilidades y lograr que controle sus instintos.

El compacto staffordshire bull terrier

Estamos ante una de las razas de perro guardián más musculosas. La fama de este animal se extendió en las peleas de perros callejeras de Inglaterra, por lo que, aunque de naturaleza no particularmente agresiva, el staffordshire bull terrier requiere un adiestramiento y una socialización que le permitan aprender las normas de comportamiento básicas para un perro.

Dado su pasado como perro luchador, puede que su instinto cazador permanezca y necesite recibir lecciones de autocontrol. Esta raza es inteligente, pero intentará salirse con la suya e ignorar a quién manda en la relación. Enséñale quién lleva la voz cantante cuanto antes.

¿Cómo son los perros de guardia y protección?

Los perros de guardia y protección suelen tener un tamaño y fuerza considerables para poder ejercer su trabajo, ya que deben ser capaces de imponerse físicamente al individuo que genera la situación de peligro. No obstante, debes recordar que sigue siendo un ser vivo y un compañero. Si lo único que quieres de él es proteger tu propiedad, es mejor que instales un sistema de alarma.

El perro requiere una serie de cuidados y debería ser un miembro más de la familia. Tendrás que interaccionar y jugar con él, y procurarle oportunidades para realizar el ejercicio que necesita.

Existen diferentes razas de perros de guardia y cada una de ellas ha sido seleccionada con unos fines determinados.

Su aspecto físico es importante. Si bien algunos grandes perros de guardia tienen un aspecto amigable sin dejar de ser excelentes en su trabajo de protección, en general, un aspecto físico imponente alejará a posibles intrusos. También hay que tener en cuenta la fama de la raza: un perro conocido socialmente como perro de defensa impondrá más respeto que uno que no lo sea. Ele color del pelo también influye en el grado de intimidación. Existen estudios que demuestran que un perro negro o de color oscuro resulta más intimidante.

Los perros de guardia y defensa aullan y ladran ante una amenaza. Los aullidos sirven para alertar a su manada (que somos nosotros) y los ladridos para advertir al intruso de que debe alejarse del lugar.

Algunas razas tienen inhibida la secuencia de ataque, siendo capaces de tirarse sobre el intruso y esperar la orden de su dueño sin llevar el ataque a sus últimas consecuencias, sobre todo si el desconocido permanece quieto y no se resiste.

Cuáles son las mejores razas de perros para guardia y defensa

Una buena recomendación es que te informes bien acerca de las razas más adecuadas para guardia y defensa, con el fin de encontrar el mejor perro para tí. Es recomendable que lo entrenes para vigilancia. Si vas a hacerlo para defensa, busca ayuda de un profesional para no provocar situaciones peligrosas ni ataques desafortunados.

Asegúrate de que puedes aportar a tu perro todo lo que necesita y de que tienes las cualidades necesarias para ejercer un liderazgo férreo. De no ser así, es mejor que elijas una raza diferente.

A continuación, expondremos una lista con algunos de los perros más utilizados para guardia y defensa. Se trata de razas por lo general de tamaño mediano o grande, inteligentes y equilibradas.

  • Ele Pastor Alemán. Es un gran perro pastor, muy funcional. Constituye una excelente elección para defender tu hogar. É un gran compañero para toda la familia y se lleva muy bien con los niños, os protegerá de cualquier peligro. Muy obediente y fácil de adiestrar. Será un gran perro de guardia y defensa y también un compañero tranquilo y cariñoso. Eso sí, requiere capacidad de liderazgo y debe estar bien entrenado.
  • Ele Bullmastiff. Es otra de las razas que encabezan el ranking de guardia y defensa. A pesar de su aspecto imponente, es un perro muy adecuado para convivir en familia. Muy dulce y afectuoso, se lleva genial con los niños pequeños. Aunque no lo considere una amenaza, te avisará de la presencia de cualquier intruso. Ante una situación amenazante, no dudará en lanzarse y derribar a tu atacante. Muy protector y fiel.
  • Ele Bóxer. Aunque algo más pequeño que los dos anteriores, se trata de un animal de unos 30 kg. Es un perro juguetón y le gustan los niños. Además, tiene un fuerte instinto protector. Es más adecuado como perro de alerta que de defensa, ya que al ser tan afectuoso, hace amistad con todo el mundo. Sin embargo, no dudará en protegeros y actuará con agresividad frente a desconocidos si es necesario para cuidar de los suyos. Es muy enérgico y necesita hacer ejercicio todos los días. Además, requiere un liderazgo firme. Si no te ves capaz de imponerte a él, es mejor que escojas un perro más pequeño y manejable.
  • Ele fila o mastín brasileño. Es un perro afectuoso pero extremadamente feroz con los intrusos que se adentren en su territorio. Este perro se utilizaba para controlar a los esclavos que se escapaban de las plantaciones de azúcar. Patrullará todo su territorio instintivamente. Requiere gran capacidad de liderazgo y hay que saber muy bien qué perro se tiene.
  • Ele doberman. Se trata de uno de los perros más inteligentes del mundo. Tiene un sentido del oído excepcional y se presenta inmediatamente ante la situación de alerta. Muy enérgico, necesita realizar mucho ejercicio. Es muy sensible y afectuoso con los suyos, pero muy feroz ante las amenazas. Debes tener alta capacidad de liderazgo y tenerlo muy bien adiestrado.
  • Rottweiler. Trata-se de um perro de gran tamaño y fuerza, de mordedura letal. Debes saber muy bien qué tipo de perro es. Requiere que seas un líder excepcional y lo tengas perfectamente adiestrado. Ten en cuenta que se trata de un perro de un solo dueño y debes lograr que distinga entre visitantes e intrusos. Necesita mucho ejercicio. Puede resultar un perro muy peligroso si no está bien entrenado y no es mentalmente equilibrado.
  • Perros pastores. Los perros pastores son muy versátiles, ya que son muy inteligentes y responden muy bien al adiestramiento. El border collie es uno de los perros más inteligentes del mundo y muy recomendable para estar con niños. Si bien es un perro perfecto para cuidar y conducir al ganado, entrenado puede constituir un buen perro de defensa. No tiene gran tamaño, pero sí mucho valor e inteligencia. Está diseñado para resolver conflictos y piensa alternativas. No duda en abalanzarse contra los depredadores que amenazan su ganado. Se compenetra muy bien con los humanos, estableciendo fuertes vínculos. Requiere un buen líder y un entrenamiento constante y eficaz. Es muy nervioso y tiende a obsesionarse con las cosas.
  • Pastor belga. El pastor belga, en sus cuatro variedades (groenendael, laekenois, malinois y tervuerense) es muy inteligente y está siempre alerta a las situaciones que se producen en su entorno. Es un perro muy cariñoso con la familia. Se trata de un excelente perro de guardia. No confía en extraños y es necesaria una buena socialización para no llegar a tener problemas. Con los conocidos es muy amistoso. Le encanta estar en compañía de sus dueños y no lleva bien la soledad. Es un perro que necesita mucha estimulación mental y responde de manera excelente al entrenamiento de obediencia. Se utiliza muy a menudo como perro policía.

Estas son solamente algunas de las razas más adecuadas para guardia y defensa. O norma que debes seguir para escoger adecuadamente es sencilla: infórmate sobre la raza que vas a llevar a casa y sobre el ejemplar en particular, estudia sus necesidades y piensa si vas a poder suministrárselas con objetividad. No te lleves un perro sin saber lo que te espera para luego abandonarlo o buscarle otro hogar. Es importante elegir con responsabilidad. Se trata de un ser vivo que va a integrarse en tu manada con todas las consecuencias.

Medidas generales de control

La presentación de la conducta agresiva para defender el territorio en la mayoría de las veces sólo se produce si el perro se encuentra en el interior del mismo. Es muy típica la defensa territorial de la vivienda y, por extensión, del coche. Esto explica por qué muchos perros muestran una conducta agresiva y con ladridos potentes cuando se encuentran en el interior de un vehículo y alguien se acerca al mismo.

As medidas básicas de control deben centrarse en:

    >La elección de un perro guardián

Tal y como se ha dicho anteriormente, la defensa y guarda de un territorio es una conducta intrínseca a los perros, precisamente por ser animales sociales deben proteger lo que sienten como suyo. De todas formas, hay algunos factores fundamentales que determinan la capacidad de un perro para ser mejor guardián:

1. Raza: aunque la raza no es garantía de ser mejor o peor guardián, sí existe una moderada predisposición racial a la presentación de la conducta de defensa del territorio. Algunas razas son más territoriales que otras, aunque la agresividad relacionada con la protección territorial, como hemos comentado arriba, también se ve influenciada por las experiencias previas (aprendizaje) y la educación recibida.

El aspecto racial además influye en la expresión de la conducta. Así, en algunas razas las etapas de aviso y ataque están claramente diferenciadas, mientras que otras no, y es posible el ataque sin un previo aviso.

A continuación se exponen a modo de ejemplo una tabla en la que se relacionan algunas razas muy territoriales y otras poco territoriales.

Razas muy territorialesRazas poco territoriales
Chow chowBasset hound
Pastor alemánGolden retriever
RottweilerBichón frisé
DobermannTerranova
Schnauzer miniaturaBulldog inglés
Fox terrierSetter irlandés

2. Sexo: una vez decidida la raza, la elección de un sexo u otro puede ayudarnos a la decisión final, teniendo en cuenta que para una misma raza, los machos presentan en general un mayor índice de agresividad territorial que las hembras.

3. Morfología: la norma fundamental de cualquier guardián reside en un buen poder intimidatorio y por lo tanto de disuasión de cualquier tentativa de violación del territorio defendido. A partir de aquí, al perro le resulta más práctico intimidar o avisar que pasar a la acción. Evidentemente el poder disuasorio de un perro, reside en gran medida en su aspecto externo.

Así, una raza imponente como es el Terranova, en principio no muestra una gran tendencia a la agresividad territorial, mientras que el Schnauzer miniatura, debido a su aspecto físico, debe mostrar una mayor agresividad para poder disuadir al intruso.

Pin
Send
Share
Send
Send